Análise da qualidade da água na saúde pública

Quando sua empresa, fazenda ou condomínio se preocupa com a qualidade da água dos estabelecimentos, não é para menos. A péssima qualidade da água, ou a água contaminada, pode trazer tantos problemas para a saúde que até o antigo império romano se preocupava com o assunto!

Porém, foram nos séculos recentes que começou a se desenvolver técnicas de saneamento para o setor urbano, saindo das áreas onde se concentravam somente os ricos e grandes donos de Terra. A saúde pública, controlada e gerenciada por diversos órgãos governamentais de acordo com cada país, funciona mais ou menos como sua empresa, também tendo que se preocupar com a qualidade de água consumida pelas pessoas da qual pertencem a sociedade.

Problemas gerados por falta de análise de qualidade da água na saúde pública

Os problemas de saúde são inúmeros, acarretando não somente na superlotação de hospitais, como também afetando a economia, deixando trabalhadores doentes ou empresas fechadas por órgãos governamentais por falta de análise de qualidade da água e seu consequente tratamento.

qualidade da água e saúde pública - cidade

Os órgãos de saúde pública, como qualquer empresa, deve realizar constantes análises de qualidade da água na saúde pública para entregar água de qualidade para a população.

Alguns dos problemas, por exemplo, como as altas concentrações de nitrato e alumínio na água, conforme apontam alguns estudos, causam problemas graves que podem afetar diretamente na saúde pública. Confira as principais delas:

  • Metemoglobinemia,
  • Mal de Alzheimer.

Além de outros problemas decorrentes de outras causas de contaminação da água, como:

  • Hepatite A,
  • Febre Tifoide,
  • Leptospirose,
  • Giardíase.

Saneamento básico ainda é um problema no Brasil

Apesar de muitos países europeus terem erradicado o problema de saneamento básico de suas cidades há mais de dois séculos, o Brasil continua com densas áreas urbanizadas com precárias condições sanitárias, deixando assim o controle da água difícil e ocasionando em fluídos contaminados.

Várzea Grande, que está entre as 100 maiores cidades do país e está na péssima posição de 89° em relação ao ranking do saneamento básico segundo a ASSEMAE (Associação nacional dos Serviços municipais de Saneamento), possui somente 29,27% do seu esgoto tratado pelo poder público, ressaltando ainda mais a importância das empresas privadas, condomínios, frigoríficos, etc… a realizarem o serviço de análise da qualidade de água, assim garantindo que o líquido consumido pelas pessoas que frequentam estes estabelecimentos estão bebendo água de qualidade ou que, no mínimo, não afete sua saúde de maneira negativa.

qualidade da água e saúde pública - Várzea Grande

Várzea Grande possui um dos piores índices de saneamento básico do Brasil entre as maiores cidades do Brasil.

Laboratórios especializados e credenciados são o caminho certo para corrigir o problema

Os laboratórios de análise da qualidade da água são importantes para averiguar o líquido do local. Com profissionais capacitados para realizar a coleta de amostras de maneira correta e com os equipamentos necessários em seus laboratórios, é possível realizar diversos testes para certificar que a água não está contaminada e, se estiver, auxiliar a empresa nos próximos passos para retificar o problema.

Ao contratar os serviços de análise de água, a empresa ou órgão público deve estar ciente de que o laboratório em questão deve ser de qualidade, sendo credenciado de preferência pelo Inmetro com a ISO17025, na qual garante que os profissionais e o próprio laboratório passam por vistorias de qualidade e equipamentos em seus laboratórios. Esta procurando por algum? Não se preocupe, você já achou, só enviar um contato através do nosso site clicando aqui e fazer um orçamento!

Redator e Analista SEO, ajudando a sua empresa a ter conteúdo de qualidade na internet! Jornalista por paixão e aficionado por tecnologia e livros.

Dicas Relacionadas

Adicionar um comentário